Um ano depois

7.11.15




Passou um ano desde que escrevi aqui pela primeira vez. O blog surgiu no seguimento do excesso de tempo livre que se instalou na minha rotina logo depois de terminar a licenciatura. Tive tempo suficiente para o ver gatinhar e para rabiscar ideias no caderno (giro!) que lhe dedico. Afinal de contas... O que é que um comunicador faz quando se vê vivo?

Comunica. Este cantinho tornou-se num espaço muito meu e muito pensado nos meus gostos e nos meus mini-sonhos. Muito nessa linha surgiram as parcerias que nunca imaginei negociar e as palavras bonitas que também não esperei ouvir sobre o blog e os conteúdos que aqui vou tratando. Confesso iluminar-me quando as pessoas mais improváveis me dizem que leram "o novo artigo lá do blog". É bom saber que há pessoas desse lado. Eu gosto de pessoas. Também por isso faço questão que o blog tenha conteúdos sobre pessoas. O que tenho posto dentro destas gavetas de letras são essencialmente pessoas e histórias. Porque acho as pessoas tão ricas e bonitas!

A escrita de artigos nunca vem a um dia certo e dou-lhe intervalos que mais são intervalões, mas alguns de vocês não deixam de cá dar um saltinho de vez em quando. Por isso, obrigada. Aos novos leitores que cá vêm ter todos os dias: obrigada também. E fiquem! Fiquem porque os meus mini-sonhos do primeiro ano estão a aumentar em tamanho e em quantidade. Graças a vocês. Graças às marcas giras que se unem ao Letras e Gavetas. Graças a esta mente irrequieta que me acompanha desde sempre.

O que vem lá desta vez?

Surpreender-vos-ei.


Também vais gostar:

1 comentários

Com tecnologia do Blogger.