Este é um desafio para gente que gosta de papel. Arriscas?

10.3.16

Imagem pexels.com

É uma daquelas iniciativas que eu acho deliciosas. Para além de juntar livros, junta pessoas. Já pensaram bem no quanto é giro receberem os livros de outras pessoas em vossa casa? Livros que já passaram pelas mais variadas situações, que foram lidos por pessoas que vocês provavelmente nem conhecem e que agora chegam a vossa casa. Querem saber como? 

Eu explico-vos com o mesmo detalhe com que me explicaram a mim quando decidi comentar a publicação de um conhecido meu no perfil Facebook dele. Ora:

«Preciso de, pelo menos, 6 pessoas, de qualquer idade, para participar numa troca de livros. Podes estar em qualquer parte do mundo. Tens apenas de enviar um livro para uma pessoa e poderás receber cerca de 36 livros em troca. Se estiveres interessado/a comenta este post e eu envio-te os detalhes por mensagem privada. Conto com alguém?», dizia a publicação.

Partam do princípio básico que é: não faço ideia de quem começou isto. Mas fiquei fã da pessoa em pensamento. Como vos disse, eu comentei uma publicação e o meu conhecido que escreveu esse texto, comentou o mesmo no perfil de outro amigo. 

Li e comentei logo-logo. Depois explicaram-me: eu enviaria o livro para a pessoa cuja publicação o meu conhecido comentou – tive acesso à morada via mensagem privada – e, depois, quando os meus amigos e conhecidos aderissem ao meu desafio, enviariam os respectivos livros para o meu conhecido (sim, aquele dono da única publicação que comentei). Finalmente, quando os meus desafiados publicassem o desafio nos seus perfis, eu recebia os livros dos amigos deles.

Para o caso de estarem confusos, faço aqui um exemplo rápido: A Maria escreve um post que o João comenta. O João desafia os amigos. Os amigos do João enviam os seus livros para a Maria. 

Querem fazer parte desta coisa gira? Eu aceitei o desafio! Enviem-me mensagem privada via Facebook e eu falo-vos das 2 moradas de que precisam.

PS. - A ideia disto é com certeza o incentivo à leitura, à troca de livros e ao aumento da vossa rede pessoal de contactos. O uso indevido de moradas não é o objectivo. Há pessoas que ainda acreditam em pessoas fiáveis e sérias. Eu sou uma delas. Quem me desafiou, também. 


Também vais gostar:

1 comentários

  1. Acho isto uma ideia maravilhosa! Confesso que não tenho muitos livros porque tenho uma biblioteca ao pé de casa, mas acho a ideia magnífica!
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | INSTAGRAM |

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.